BIOGRAFIA

Criado em Goiânia, atualmente o violeiro divide a vida entre Brasília e Goiânia. Pedro Vaz descobriu  a viola caipira depois de viver o mundo da guitarra e da percussão. Ao longo de seus 15 anos de carreira, o músico vem explorando universos musicais diversos, colecionando grupos de referência como Cega Machado, Caboclo Roxo, Judas, Encontro Violado e Orquestra Roda de Viola, gravando CDs e realizando importantes shows e workshops no Brasil e no exterior.

 

Pedro Vaz estudou com duas referências da viola caipira: Roberto Corrêa e Marcos Mesquita, graduou-se em Música pela UnB - Universidade de Brasília, foi professor durante quatro anos na Escola Brasileira de Choro Raphael Rabello - ICEM (Clube do Choro de Brasília) e, hoje, atua como professor no CEP/EMB - Escola de Música de Brasília e, também, é diretor musical da  Orquestra Roda de Viola.

Celebrando seus 10 anos de Viola Caipira, Pedro Vaz lançou seu primeiro álbum autoral, “DÊ ESPAÇO AO TEMPO”, de cunho instrumental, produzido pelo grande produtor e violeiro Ricardo Vignini (Bojo Elétrico-SP). Com 12 faixas, o CD nos convida à imersão em densas paisagens, tempos e espaços distintos.


“Dê Espaço Ao Tempo” dialoga com o presente, o passado e o futuro, diluindo as fronteiras entre a tradição e o contemporâneo, a
sabedoria popular e a erudição. O álbum apresenta a viola caipira como narradora de melodiosas sensações e cenários que passeiam pelo agreste brasileiro (como na faixa “Vida Seca Severina”), chegando até ao calor latino (em “Ilhoa”), em surpreendentes contrapontos com o contrabaixo acústico, a rabeca e a percussão.